ACUPUNTURA 

A Acupuntura é uma prática de tratamento e prevenção da saúde inserida no universo da Medicina Tradicional Chinesa, que se resume na estimulação de pontos específicos do corpo através de alguns métodos, como calor, agulhas, estimulação elétrica e pressão e sucção. No Ocidente, entendemos a Acupuntura como a prática de inserção de agulhas secas nos pontos específicos, obedecendo a escolha de determinados pontos, desenvolvendo-se estratégia clínica para o tratamento dos padrões e sintomas identificados na anamnese e no diagnóstico da MTC.

As outras estimulações são compreendidas pela própria nomenclatura da técnica empregada, assim temos: Moxibustão- estimulação através do calor; Ventosaterapia- estimulação por sucção; Auriculoterapia sem agulhas- estimulação através de pressão de esferas ou sementes; Acupressão- estimulação por pressão e massagem dos pontos; eletro-estimulação, estimulação por eletrodos e estímulos elétricos.

A Acupuntura é fundamentada e estruturada nas Filosofias Chinesas e obedece a uma forma de reflexão científica diferente da que temos no Ocidente, sendo alvo de percepções errôneas sobre a mesma, sofrendo preconceitos a ponto de ser confundida como prática mística ou mesmo ser considerada por alguns profissionais da Medicina Ocidental, como uma prática ingênua e promotora de fenômenos placebos.

Porém, a eficácia dessa terapia levou a Organização Mundial de Saúde a listar enfermidades que podem ser tratadas pela acupuntura e hoje ela é reconhecida como prática médica a ponto de ser indicada e utilizada pela rede de saúde pública, por hospitais e clínicas e pertencente ao escopo de tratamentos dos planos de saúde.

A Acupuntura compreende uma visão holística da saúde, diferenciando-se da visão de doença como condição mórbida da Medicina Ocidental. Para a MTC – Acupuntura, busca-se o equilíbrio corporal e mental, a vitalidade e a interação saudável no ambiente.

A Acupuntura se presta a tratar de forma eficaz, muitas doenças como a relação de enfermidades apontadas pela Organização Mundial da Saúde. O número e a frequência de sessões necessárias dependerão da gravidade do quadro, da urgência e do tempo que se apresenta a enfermidade, porém é importante afirmar, que a acupuntura também tem suas limitações. Por isso é importante que a busca e a utilização deste tratamento se processe em sintonia com a Medicina Ocidental, congregando a prática de interação e de complementariedade entre as mesmas

 
 
  Site Map